Home / POLÍCIA - MP - JUDICIÁRIO / Quadrilha é presa em SP após roubar banco e tentar fugir por rodovia entre o interior e litoral

Quadrilha é presa em SP após roubar banco e tentar fugir por rodovia entre o interior e litoral

Crime ocorreu no Vale do Ribeira e os suspeitos foram localizados na Baixada Santista. Segundo a polícia, R$ 100 mil foram levados de agência bancária.

Suspeitos de integrar quadrilha foram localizados na Baixada Santista (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Suspeitos de integrar quadrilha foram localizados na Baixada Santista. Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Do G1 Santos e Região

Doze pessoas foram presas após roubarem aproximadamente R$ 100 mil de uma agência bancária de Miracatu, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo, nesta quarta-feira (3). Os suspeitos foram localizados por equipes da Polícia Militar durante a fuga, no litoral paulista.

O roubo ocorreu em uma agência do Santander, localizada no Centro da cidade, por volta do meio-dia. A quadrilha estava em dois veículos prata e tinha à disposição metralhadoras e fuzis. No momento do roubo, segundo a polícia, havia aproximadamente 30 pessoas no banco, entre funcionários e clientes.

O grupo era composto por 10 a 15 pessoas, incluindo mulheres. Os criminosos renderam os funcionários e os obrigaram a abrir o cofre da unidade. Eles levaram todo o dinheiro do local e esvaziaram, também, as gavetas dos caixas. Entre os clientes, ainda de acordo com a Polícia Militar, ninguém foi roubado.

Após perseguição, parte da quadrilha foi localizada na Baixada Santista (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Após perseguição, parte da quadrilha foi localizada na Baixada Santista. (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

No momento do assalto, havia um policial militar de folga dentro da agência. O soldado, que trabalha no batalhão de Itapecerica da Serra (SP), não teve como reagir e acabou entregando a própria arma. Ao ser identificado, ele foi ferido com uma coronhada na cabeça e, posteriormente, precisou ser levado ao hospital.

A quadrilha, então, fugiu pela Rodovia Régis Bittencourt. Em Pedro de Toledo (SP), eles trocaram de carro. Já cientes da ocorrência, equipes do policiamento rodoviário e das cidades fizeram o acompanhamento na estrada. Houve perseguição, e um dos veículos foi interceptado na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, em Itanhaém, no litoral paulista.

No carro, estavam dois homens e uma mulher, que foram presos em flagrante com armamento e parte do dinheiro. Em seguida, outras nove pessoas foram detidas em Mongaguá, também no litoral de São Paulo, suspeitas de terem participado do mesmo crime. Com elas, foram encontrados coletes balísticos e mais armas. Não havia dinheiro no local.

Ainda não se sabe quanto do valor roubado foi recuperado. Entre o local do crime e a localização dos suspeitos, a distância aproximada é de 100 quilômetros. O caso será registrado nas delegacias de Miracatu e de Itanhaém. O restante da quadrilha ainda é procurada pelas equipes da polícia entre as duas regiões do estado.

Em Mongagua, parte do grupo foi localizado com colete balístico e armamento (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Em Mongaguá, parte do grupo foi localizado com colete balístico e armamento (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Fuzil estava entre as armas encontradas com a quadrilha que roubou banco (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Fuzil estava entre as armas encontradas com a quadrilha que roubou banco (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Banco do Brasil (Escriturário)-ESCRITURÁRIO
Banco do Brasil (Escriturário)-ESCRITURÁRIO
%d blogueiros gostam disto: