ADITIVO AUTOMOTIVO
Home / POLÍTICA / Novo prefeito de Peruíbe convoca delegado da Polícia Federal para compor governo, e ele aceita

Novo prefeito de Peruíbe convoca delegado da Polícia Federal para compor governo, e ele aceita

Equipe de primeiro escalão do próximo governo deve ser anunciada por Luiz Maurício já na próxima semana

gesival-gomes-de-souza1

Da Redação

O prefeito eleito de Peruíbe, Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira promete anunciar sua equipe de governo já na próxima semana. A medida vem em tempo de dissipar expectativas que costumeiramente nascem dos vários grupos políticos, inclusive daqueles que perderam as eleições, de que pode haver uma oportunidade para estar próximo do governo como secretário, diretor ou simples assessor de algum departamento.

Nomes até aqui tidos como certos, como o do Dr. César Kabbach Prigenzi, ex-vereador de Peruíbe e até estes dias diretor da Diretoria Regional de Saúde da Baixada Santista (DRS/BS), ou mesmo de sua esposa, a também médica pediatra Ana Maria Calaça Prigenzi, para assumirem a Secretaria de Saúde do Município, estão descartados. Segundo Luiz Maurício, Dr. César está aposentado, e deve se dedicar às suas atividades profissionais particulares, e a Dra. Ana é médica concursada, tendo declinado antecipadamente de possível convite.

Um xerife para a Procuradoria Jurídica

Falando ao jornalista Washington Luiz de Paula, o prefeito eleito não antecipou nomes: “Minha equipe de governo muito provavelmente deverá ser anunciada na semana que vem”, afirma. Instado sobre o convite que teria feito a Gesival Gomes de Souza, delegado da polícia federal que está em vias de aposentar, Luiz Maurício confirma: “Fiz o convite a ele, e ele aceitou, com a ressalva de que deverá assumir o comando da Procuradoria Jurídica do Município somente no final de janeiro, quando cumpre o prazo para sua aposentadoria no Departamento de Polícia Federal”.

Respondendo à pergunta sobre se essa nomeação – quase convocação – não provocaria um certo frenesi nos corredores da prefeitura dada a respeitabilidade e da notoriedade com que se notabilizou o delegado federal Gesival Gomes de Souza no exercício de suas funções, o prefeito eleito diz tratar o assunto com naturalidade: “Gesival é meu amigo de longa data, é advogado, foi serventuário da Justiça, conhece e sabe do que faz, e, principalmente, é gente de Peruíbe, o que deve nos dar muito orgulho de vê-lo continuar servindo para o bem de nossa cidade”, afirma.

Em consulta feita via seu perfil no Facebook, Gesival confirmou o convite e seu aceite. O delegado lembra que “em razão de ter completado meu tempo para aposentar na PF, optei por encerrar minha carreira no final deste ano e fiquei lisonjeado com a oportunidade de poder ser um colaborador na nova Administração Municipal de Peruíbe”.

Para Gesival, a nova função “é um desafio que exigirá estudos, conhecimento diferenciado e apoio dos servidores envolvidos na nova função”, e aponta para seu invejável currículo: “acredito que com a experiência adquirida em 35 anos de serviço, 13 dos quais no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, 20 na Polícia Federal, e dois em empresas privadas, somada à vontade de termos uma administração séria e com propostas que venham ao encontro do que é esperado pela população local, estarei empenhado em dar parcela de contribuição para que o Luiz Mauricio tenha uma Administração bem sucedida”.

Delegado de Peruíbe!

Gesival Gomes de Souza mora atualmente em Santos, mas considera-se de Peruíbe, onde cresceu, estudou, jogou bola, praticou surf e outros esportes, juntamente com seus irmãos e um infindável número de amigos que mantém até hoje na cidade.

Alagoano de Pão de Açúcar, Gesival veio cedo com a família para Peruíbe. Estudou nas duas das principais e tradicionais escolas públicas de Peruíbe – Kallil e Jardim Brasil, onde se formou em 1977 e 1980 respectivamente. Já como estudante universitário, em 1987, Gesival Gomes de Souza atuou fortemente na fundação da AEP – Associação dos Estudantes de Peruíbe, uma das entidades até hoje das mais respeitadas da cidade.

Em 1990 formou-se em Direito pela Universidade Católica de Santos, quando já trabalhada como oficial de Justiça, também em Peruíbe. Em 1996 ingressa na Polícia Federal, chegando a ser delegado-chefe da PF em Santos, de 2009 a 2013.

Gesival chegou a ser indicado em lista tríplice apresentada ao Presidente da República, Michel Temer, pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, para vir ser o Diretor-Geral da Polícia Federal do novo governo. Sua indicação deveu-se a extensa folha de excelentes serviços prestados como profissional de polícia.

Dentre os destaques que mais o aproximam ao exercício na Procuradoria Municipal, estão sua experiência como delegado que chefiou a Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários, em São Paulo, tendo sido também Chefe do Núcleo de Operações da Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários.

O futuro procurador de Peruíbe foi também chefe do Setor de Inteligência da Polícia Federal de São Paulo.

Sobre mrwash

Veja também

Tradição em consultoria de imóveis em Peruíbe – Toninho Góes Imóveis

Relacionado

Confiança conquistada em meio século de muito trabalho – Cícero Imóveis

Relacionado

Bando usa falso uniforme de carteiro e tenta assaltar agência dos Correios de Peruíbe

Ação em Peruíbe acabou sendo frustrada após um funcionário da empresa fugir assustado Bruno Lima, …

Deixe sua opinião

CAMPANHA ANTISPAM
%d blogueiros gostam disto: