GIF 300x250 - Basquete
Click here for more!
Home / OPINIÃO / Igrejas – Crescimento ou inchaço? Tirando dúvidas…

Igrejas – Crescimento ou inchaço? Tirando dúvidas…

Joomla extensions, Wordpress plugins
MIRANTE FLAT HOTEL
POUSADA GAIVOTAS
DIB IMÓVEIS
JPG Heelys 468x60
FECHE A PORTA PARA OS SPAMS!
ADITIVO AUTOMOTIVO

Sem sombras de dúvidas que o segmento do cristianismo que hoje  cresce é o chamado grupo evangélico. Nele se encontram os grupos mais fundamentalistas e conservadores. A colcha de retalho é composta pelas igrejas do protestantismo de missão, pentecostais, reformadas, e até o neo-pentecostalismo. Embora algumas igrejas rejeitem esta “comunhão” com as igrejas neo-pentecostais, as práticas, discursos e teologia são semelhantes pois não somente têm a Bíblia como fonte comum, mas também os diversos autores divulgam a teologia neo-pentecostal mediante a publicação da literaturas e produção de mídia.

Mas será que a igreja evangélica realmente está crescendo? Será que se vivencia no meio das multidões o sentido de conseguirem denominar-se e entender o que é ser seguidores de Cristo ou discípulos de Jesus? Podemos fazer ainda mais duas perguntas. Primeira: Estas pessoas que se aglomeram nos templos são conhecedores do evangelho de Jesus, e se proclamam cristãos pois conhecem o conteúdo e o chamado da  mensagem do Mestre que proclamava: “Arrependei-vos”, e também:  “é chegado o reino do céus”, tendo assim uma convicção profunda de pecado? Segunda: Estas pessoas estão no meio da multidão, proclamando uma fé, pois foram convidados para descobrirem uma “nova modalidade” de vida, que conseguiriam vencer os problemas e seriam vencedores e conseguiriam os sonhos inalcançados no  momento da “decisão em aceitar a Cristo”?

Lamentavelmente são milhares as pessoas que estão sendo enganadas e são usadas para a construção de impérios pessoais ou para o destaque pessoal  na conquista das multidões que acontecem nos grandes encontros onde são proclamadas as grandes multidões que estão sob a tutela de um líder, apóstolo ou pastor. O sucesso alcançado é destacado porque centenas ou até milhares de pessoas estão sob o domínio ou cobertura espiritual de um destaque nacional. O sentido de pastoreio dado pelo mestre foi mostrado na prática por Jesus estando somente com 12 homens falhos, e mais tarde o apostolo Pedro apenas falava às igrejas que o pastor devia ” estar no meio do rebanho” e isso não acontece na multidão

Muitos daqueles que vão e estão nas multidões de shows gospel, cultos e encontros, não conhecem o significado de “seguir a Jesus”. As práticas destes estão longe daquilo que é evangelho. Diariamente a mídia mostra todo tipo de escândalos sexuais, financeiros, de corrupção, de intolerância, de violência verbal, etc. deste segmento. Nada aponta para o modelo “Jesus” que dizem seguir. O crescimento em massa que atualmente a igreja pode estar vivenciando nestes tempos não prova necessariamente que ela está cumprindo a grande comissão.

Estas ondas de crescimento podem ser movimentos massivos que se podem chamar nada mais que um “paganismo batizado de cristão”. O que temos é mais uma ” adesão politica” à fé cristã do que um compromisso com o evangelho integral de Jesus. Não esta sendo pregado o evangelho da graça soberana do Senhor e Deus. Atualmente se prega a desgraça que se alcança por aqueles que ficam de fora do discurso que oferece os bens sociais e de consumo produzido pela pseudo fé cristã proclamada em muitos lugares no Brasil.

O que se vivencia atualmente é o que se conhece na outra América por “Cristianismo Incorporado”. Este é um tipo de privatização da fé que trocou os valores do Reino de Deus pelos valores da sociedade de consumo. Consequentemente, esse tipo de cristianismo rejeita qualquer preocupação em questões de justiça social, e rejeita a luta pelas necessidades das mudanças necessárias em beneficio das classes menos favorecidas. Este cristianismo é o resultado da globalização e do consumismo. Este é o cristianismo do lucro que uma boa parte da igreja brasileira decidio adotar.

 O convite de Jesus é: volte ao primeiro amor e façam as primeiras obras”

 Aguardo seu comentário em evangelhonu@gmail.com.

José Miguel Aguilera
pastor batista e professor, em Evangelho Nu

Criador de sites Impress ly

Sobre mrwash

Joomla extensions, Wordpress plugins
Joomla extensions, Wordpress plugins
Joomla extensions, Wordpress plugins
%d blogueiros gostam disto: