Home / POLÍTICA / Candidatos a vereadores ainda aguardam recursos para campanha em Peruíbe

Candidatos a vereadores ainda aguardam recursos para campanha em Peruíbe

Candidatos a vereadores: boca escancarada esperando pela mamãe trazendo a “minhoquinha”…

Da Redação

Há 82 dias das eleições as três candidatas à prefeita de Peruíbe parecem terem realizado um pacto entre elas para diminuir o mais que puder os gastos com as campanhas dos vereadores.

A estratégia parece ser mesmo a de ganhar tempo. Até lá, vale tudo para tentar engabelar pelo menos dois terços dos 275 candidatos a vereadores que entraram nessa de ser candidato com o intuito mesmo de ganhar uma graninha extra durante o período da campanha.

Os outros um terço, ou algo em torno de 90 do total dos candidatos que têm algum recurso próprio, ou estão alimentados pela esperança de ganhar as eleições, já estão com suas campanhas nas ruas.

Valores e custos

Com um patrimônio declarado de R$ 18 milhões, a candidata do PTB será a que pretende gastar menos dentre as demais candidatas. Pelo menos oficialmente, Ana Preto comunicou à Justiça Eleitoral que pretende gastar R$ 1 milhão, ou seja, apenas um quarto do que sua coordenadoria de campanha vinha assinalando para os pré-candidatos a vereadores dos partidos que compõem a coligação que a apoia.  Para ter uma ideia, se Ana Preto não tivesse mais gasto algum em sua campanha, e dividisse esses R$ 1 milhão com os 150 candidatos de sua base, ela daria a cada candidato menos de R$ 6.700 para cada um. Esse valor, se dividido pelos três meses da campanha, dá R$ 2.200,00. Em resumo: não paga os cabos eleitorais e a gasolina que o candidato gastará na corrida pela busca do voto.

Com um patrimônio declarado bem mais modesto, a candidata do PT, Onira, pretende gastar o dobro que Ana Preto: R$ 2 milhões. A atual vereadora Onira declarou bens que somam apenas R$ 116 mil, e vai administrar a fome, a sede, a vontade e a sanha de 53 candidatos, um terço dos candidatos da candidata do PTB. Outra vez, divididos os R$ 2 milhões pelos 53 candidatos, cada um iria amealhar perto de R$ 38 mil. Mas, na seara petista o assunto é encarado com mais parcimônia: cada um dos candidatos a vereador já está ganhando R$ 250 de ajuda de custo por semana, mais uma cota de gasolina equivalente a meio tanque de combustível de um carro popular.

A grande expectativa fica por conta da campanha à reeleição da atual prefeita Milena Bargieri. A prefeita é a mais “pobre” das três candidatas. Embora morando no Bougainville I, onde uma casa não custa menos que R$ 2 milhões, Milena declarou patrimônio de R$ 61 mil. Evidente que a justificativa de que a casa onde mora é da família, ou de seu pai, que construiu um patrimônio de anos se dedicando à pecuária. Com 76 candidatos a vereadores, Milena declarou pretender gastar R$ 1,5 milhão em sua campanha.

Com os eleitores cada vez mais distantes, perdidos pela periferia na cidade, ou mesmo na zona rural, ou ainda nas filas intermináveis em busca de socorro no combalido aparelhamento de saúde municipal, a concentração de candidatos nos comitês faz pensar ao transeunte que passa em frente: será que algum desses está mesmo preocupado com o povo?

Mas pior que a esperança é a promessa. E, se prometeu, tem que cumprir!

Sobre mrwash

Veja também

CPI da Previdência já tem assinaturas para sair do papel

Autor do pedido no Senado conseguiu o apoio de 29 parlamentares para instalar comissão que …

Faridinho se elege vereador em Ponta Porã – 2º mais votado!

Da Redação Neto do inesquecível Seu Farid, e filho do não menos querido Badu (El …

Candidatos ameaçam renunciarem candidatura em massa depois do dia 7

Da Redação Informações extraoficiais que correm à boca pequena nos corredores dos comitês das três …

TENHO 9 MOTIVOS
%d blogueiros gostam disto: