Home / POLÍTICA / Mais de 1,6 mil candidatos devem concorrer ao cargo de prefeito no Estado de São Paulo

Mais de 1,6 mil candidatos devem concorrer ao cargo de prefeito no Estado de São Paulo

No Jornal O Serrano

Até ao meio-dia de ontem (9), 1.603 registros de candidaturas a prefeito foram feitas no Estado de São Paulo para as eleições deste ano. Na capital, são 12 registros de candidaturas a prefeito. Segundo o sistema de Divulgação de Candidaturas 2012 (DivulgaCand 2012), disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), também foram registrados 1.599 pedidos de candidaturas ao cargo de vice-prefeito e 56.568 pedidos para o cargo de vereador. Os dados do sistema ainda estão sendo atualizados, portanto, os números ainda não são definitivos.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), devem concorrer ao cargo de prefeito na cidade de São Paulo, caso sejam aprovados pelo tribunal, os candidatos Ana Luiza (PSTU), Anaí Caproni (PCO), Carlos Giannazi (da coligação Frente de Esquerda), Celso Russomanno (da coligação Por uma nova São Paulo), Fernando Haddad (da coligação Para mudar e renovar São Paulo), Gabriel Chalita (da coligação SP em 1º lugar), Levy Fidelix (PRTB), Eymael (PSDC), José Serra (da coligação Avança São Paulo), Miguel (PPL), Paulinho da Força (PDT) e Soninha (da coligação Um sinal verde para São Paulo). Também na capital, 1.183 pessoas solicitaram o registro à candidatura ao cargo de vereador.

Pelo calendário divulgado no site do TRE-SP, os juízes eleitorais terão o prazo até 5 de agosto para julgar e publicar a sentença sobre os registros das candidaturas.

Além das estatísticas, o DivulgaCand 2012 também permite o acesso a informações prestadas pelos candidatos à Justiça Eleitoral, como declaração de bens, certidões criminais e previsão de gastos de campanha. Qualquer cidadão pode consultar o sistema por meio da página do TSE na internet. Veja aqui.

DIB IMÓVEIS

Sobre mrwash

Veja também

Ricardo Corrêa reafirma sua condição de pré-candidato a prefeito pelo PT

Da Redação Confirmando disposição anunciada há quase três anos aqui mesmo neste blogue (veja neste …

Quando o poder é centralizado, o poder é deles! Federalismo é descentralização do poder.

Relacionado

Federalismo pleno é cada estado com suas próprias leis civís, fiscais, penais e trabalhistas

Relacionado

Joomla extensions, Wordpress plugins
CAMPANHA ANTISPAM
MEGABINGOMANIA
ADITIVO AUTOMOTIVO
%d blogueiros gostam disto: