ADITIVO AUTOMOTIVO
Home / POLÍTICA / Clima político esquenta em Peruíbe. Pressão de Paulão vai a 28

Clima político esquenta em Peruíbe. Pressão de Paulão vai a 28

Paulão: Sem dormir há dias.

Da Redação

Os ajustes da última semana, os acertos, as composições, as dobradinhas, o “quem-vai-com-quem” está tirando o sono de muita gente em Peruíbe nestes últimos dias.

Há nove dias para encerrarem-se os prazos para as convenções partidárias que haverão de indicar os candidatos e candidatas a prefeito e a vereadores, a correria é grande atrás das lideranças dos partidos chamados nanicos para conseguir fechar a chapa das coligações e definir como, quando e com quem se vai às convenções afinal.

Os dois maiores articuladores hoje estão num embate feroz: de um lado Paulo Henrique Siqueira, o Paulão, que tem se tornado o grande responsável pela agremiação de até aqui 14 partidos que se somam à candidatura da empresária Ana Preto. De outro, o ex-prefeito Gilson Bargieri, pai da prefeita Milena, que faz questão de cuidar pessoalmente da campanha em busca de pelo menos mais dois ou três partidos que venham se somar aos cinco que já dispõe na lista dos que apoiarão o projeto de reeleição da atual prefeita.

A moeda de barganha parece ser bem mais que o vil metal. É preciso muita saliva para convencer. “Tem que ter proposta, tem que ter projeto, tem que fazer com que as pessoas vislumbrem um efetivo processo de mudança para este estado de coisas que se instalou na cidade desde que ela vem sendo administrada pelo clã Bargieri”, diz um coordenador de segundo escalão da campanha de Ana Preto. Para um assessor de dentro do Gabinete da prefeita que pediu anonimato, “é necessário que as pessoas entendam que não se governa uma cidade como Peruíbe com apenas quatro anos de governo”, demonstrando que o discurso pela continuação do atual governo tem muito a ver com as obras que já vêm sendo levadas a efeito e que correriam o risco de serem descontinuadas caso o governo venha a ser entregue nas mãos da oposição.

Passou mal

Com muitos quilos acima do peso ideal, e com uma circunferência abdominal que assustaria o mais experimentado dos médicos, Paulão chegou a ter um pico de pressão alta e baixa (as duas subiram) que, se por um pouco não o levou ao enfarto, poderia tê-lo colocado no liame de um AVC. “Para fazer um trocadilho, a pressão do momento é muito grande”, diz um assessor próximo de Paulão.

A bem da verdade o que Paulão conseguiu até aqui é um feito. Principalmente porque a tão decantada premissa de uma campanha milionária promovida por Ana Preto, quem está próximo sabe não condizer com a realidade. “Até aqui não tem dinheiro”, avisa um representante de um dos partidos que compõe o bloco de apoio à filha do ex-prefeito José Roberto Preto. E todos já sabem que recursos só virão mesmo depois do dia 6 de julho, quando começa efetivamente a campanha.

Em tempos de vacas magras (também com o perdão do trocadilho), Gilson Bargieri, que já tem fama de não ser muito afeito a soltar dinheiro em tempo algum, e também em tempos eleitorais, não tem logrado o mesmo êxito que seu concorrente. Os partidos que compõem a base de apoio de Milena Bargieri estão recheados de pessoas comprometidas direta ou indiretamente com a administração: fornecedores, assessores, amigos muito próximos, parentes. “É o uso disfarçado da máquina para fazer campanha”, analisa alguém de dentro da administração que, por razões óbvias também pede para não ser identificado.

Com tudo isso, essa sexta-feira, que não é 13 – mas 22 – promete. No camarote, somente aguardando o resultado destes embates para ver se lhe sobra alguma coisa além dos três partidos que já foram definidos em sua convenção de domingo passado, estão o PT, o PSD e o PSC, com sua candidata a prefeita, vereadora Onira; com seu vice, vereador Emer; e com seus já lançados 53 candidatos a vereadores.

Sobre mrwash

Veja também

CPI da Previdência já tem assinaturas para sair do papel

Autor do pedido no Senado conseguiu o apoio de 29 parlamentares para instalar comissão que …

Faridinho se elege vereador em Ponta Porã – 2º mais votado!

Da Redação Neto do inesquecível Seu Farid, e filho do não menos querido Badu (El …

Candidatos ameaçam renunciarem candidatura em massa depois do dia 7

Da Redação Informações extraoficiais que correm à boca pequena nos corredores dos comitês das três …

%d blogueiros gostam disto: