TENHO 9 MOTIVOS
Home / POLÍTICA / Reta final das decisões políticas em Peruíbe expõe briga pelo poder
Logotipo

Reta final das decisões políticas em Peruíbe expõe briga pelo poder

batalhas jurídicas,brigar,brigas,homens,metáforas,pessoas,pessoas do sexo masculinoDa Redação

Com as convenções municipais – que escolherão seus candidatos a prefeito, a vice e a vereador, assim como as eventuais coligações – marcadas para terem início em 10 de junho (daqui a 54 dias, portanto), as agremiações partidárias de Peruíbe estão deixando expostas fraturas que têm muito mais a ver com o jogo de interesses pessoais do que o bem-comum da própria cidade.

A semana começa com rumores de rompimentos aqui, de ameaças de deixarem os grupos pré-formados ali, com reuniões turbulentas em que vale até levar um pito público da própria esposa, e com definições que, se até aqui não estavam lá tão definidas, pouco crédito pode se dar que se sustente até as convenções e, mesmo depois delas, até as eleições.

Hipocrisia à solta

Quando o cidadão comum acha que esta correria toda em busca de uma vaguinha de candidato a vereador, ou mesmo para ser um cabo eleitoral mais próximo deste (ou desta) candidato (ou candidata), tudo que se pode deduzir é que o que querem mesmo é a mamata de ganhar mais de cinco mil reais por mês como vereador para não fazer absolutamente nada! Melhor dizendo, para não se tão injusto assim: para dar nomes de ruas, e para negociar empregos para seus apaniguados em troca de apoio aos projetos que têm que, por força de lei, serem votados no Legislativo.

Para o cargo de vice-prefeito então, nem se fala! Afinal, ganha bem mais que um vereador, e faz bem menos que este!

Fato é que, com tantos pré-candidatos (ou candidatas) a prefeito (ou a prefeita), até o presente momento nenhum (ou nenhuma) deles (ou delas) veio a público para dizer qual é que é a deles (ou delas). Até aqui a premissa é de muita grana vai novamente impulsionar a máquina político-eleitoral de Peruíbe, e tem muita gente de olho do calendário dos churrascos e nos empregos temporários que podem render bem mais do que a sofrida cidade de Peruíbe pode pagar em tempos digamos “normais”.

No frigir dos ovos, a decisão mesmo estará nas mãos do povo que no dia 7 de outubro deverá estar presente para votar. Temo que, contudo, no caso de Peruíbe, infelizmente, prevaleça não o voto consciente, mas a vontade de ganhar mais uns trocados para o ato criminoso e ilegal de distribuir santinhos e aliciar eleitores no dia das eleições, fazendo permanecer no poder o famoso Gerson com sua “lei de levar vantagem em tudo”, mantendo consigo suas esposas e concubinas, seus eunucos, a corte, o bobo da corte, e a plebe, a ralé, que somos todos nós. (WLP)

Sobre mrwash

Veja também

CPI da Previdência já tem assinaturas para sair do papel

Autor do pedido no Senado conseguiu o apoio de 29 parlamentares para instalar comissão que …

Faridinho se elege vereador em Ponta Porã – 2º mais votado!

Da Redação Neto do inesquecível Seu Farid, e filho do não menos querido Badu (El …

Candidatos ameaçam renunciarem candidatura em massa depois do dia 7

Da Redação Informações extraoficiais que correm à boca pequena nos corredores dos comitês das três …

JPG Fitness 300x250
JPG Heelys 300x250
%d blogueiros gostam disto: